Proposta para a Quaresma 2021
17 de fevereiro de 2021

Proposta para a Quaresma 2021

Paróquias da Ericeira e Carvoeira

«Cada etapa da vida é um tempo para crer, esperar e amar»

Queridos amigos, a Quaresma é o ”tempo favorável” em que acolhemos o forte apelo de Jesus à conversão. Este ano, ressoa em nós esta frase do Papa Francisco na Mensagem Quaresmal: «Cada etapa da vida é um tempo para crer, esperar e amar»

Em cada Quarta-feira de Cinzas, somos marcados pelas cinzas na cabeça, tomando consciência da nossa fragilidade marcada pela desordem do pecado: “Lembra-te, homem, que és pó da terra e à terra hás-de voltar” e por isso a urgência do mandato “arrependei-vos e acreditai no Evangelho”. A Páscoa é a vitória de Jesus sobre a morte e o pecado e é o acontecimento histórico fundamental da nossa fé, pelo que precisamos de o preparar nestes quarenta dias de Quaresma. 

Nestes longos meses de pandemia, as cinzas continuam a cair na nossa cabeça e a lembrar-nos como somos mortais e tão dependentes e como precisamos de viver da Páscoa de Jesus. Neste tempo, constatamos como a nossa fé, esperança e caridade também são interpeladas por este vírus e não ficam iguais. Às vezes há dúvidas de fé, desânimo ou cansaço e impaciência. Apesar das dificuldades deste confinamento e da dor e da incerteza da doença, sabemos que Jesus «fica connosco» nesta altura. Se é certo que não nos cabe escolher o tempo que vivemos nem podemos saltar já para o futuro ou voltar ao passado, podemos decidir o que fazemos agora neste tempo difícil e temos a certeza que esta etapa tão marcante da nossa vida será um tempo para mais crer, esperar e amar

Assim, novamente confinados e sem poder celebrar a Missa comunitária, propomos que cada família possa queimar os seus ramos (do ano passado) e fazer este gesto nesta Quarta-Feira de Cinzas. O pai ou a mãe imporá as cinzas na cabeça dos seus filhos e marcaremos este tempo de Quaresma através dos instrumentos clássicos da oração, jejum e esmola, tão úteis para nos ajudar a crer mais, esperar mais, amar mais, dons de Deus. O nosso esforço em conjunto com a graça de Deus fazem de nós pessoas renovadas. Desse modo, podemos caminhar na conversão pessoal, familiar e comunitária e cada vez mais ser como Jesus obediente, pobre e casto, cuidando de todos. 

Ao começar a Quaresma, que propósito pessoal concreto Jesus me pede? Que oração, que jejum, que esmola? As paróquias da Ericeira e da Carvoeira apresentam algumas propostas para todas as famílias. 

Já o dissemos no ano passado… e repetimos agora: que esta não seja só mais uma Quaresma… mas que seja a Quaresma da nossa conversão para crer mais, esperar mais, amar mais! Uma santa Quaresma!    

Um abraço do cón. Armindo e do pe. Tiago    


Proposta para Quarta-Feira de Cinzas:

Faz jejum e abstinência na 4ª feira de cinzas (mantendo boa cara)

Acompanha a Missa online às 18h (via Youtube) e deposita as cinzas na cabeça

Reza lendo a Mensagem do Papa Francisco para a Quaresma 2021 

Acesso: Quaresma 2021: «Vamos subir a Jerusalém...» (Mt 20, 18). Quaresma: tempo para renovar fé, esperança e caridade | Francisco (vatican.va)   


Propostas para a Quaresma:

+ oração: reza Laudes todos os dias às 9h via zoom
(https://us02web.zoom.us/j/9395423123)   

+ oração: reza a meditação do evangelho do WhatsApp ou Facebook da paróquia   

+ oração: reza o terço todos os dias via zoom às 19h
(https://us02web.zoom.us/j/9395423123)   

+ oração: reza a via-sacra semanal às 6as feiras às 19h via zoom
(https://us02web.zoom.us/j/9395423123)

+ oração: acompanha a Missa online via Youtube aos Domingos às 17h   

+ oração: visita Jesus na igreja todas as semanas. Mesmo enquanto não há Missas públicas é bom ir à igreja pedir a comunhão e confissão. Igreja aberta de manhã na capela da Carvoeira e todas as tardes (14h-18h) na igreja de S. Pedro na Ericeira.   

+ oração: reza o exame de consciência e faz propósito de confissão neste tempo. Todos os dias entre as 17h-18h, o p. Tiago estará disponível na igreja de S. Pedro.  

+ jejum: renuncia por amor a alguma comida ou bebida, para ter mais fome e sede só de Deus (mas não jejues ao Domingo!)  

+ jejum: liberta algum tempo das redes sociais a cada dia (e não leves o telemóvel para a cama, por exemplo) para ler algum texto do Papa ou livro de leitura espiritual  

+ jejum: abdica de uma série na TV e vem aprofundar a fé no encontro Fratelli Tutti de 20 Fevereiro e de 20 Março (15h, via zoom) ou então no Cruzeiro on-line de preparação para o Crisma (mas aberto a todos os interessados: começa a 17 fev e será todas as 4as feiras às 21h30 e inscrição no grupo https://chat.whatsapp.com/KLcAorE1eVJ57ZteZiSRT6   

+ esmola: apoia as pessoas carenciadas (na recolha de alimentos ou noutras formas de voluntariado no Farol, por exemplo)

+ esmola: dá tempo para conversar mais com os que estão perto ou ligar a um amigo improvável 3x por semana 

+ esmola: dá esmola por transferência MBWAY para as paróquias da Ericeira ou Carvoeira

Para os mais novos da catequese, temos vários desafios dinâmicos e simples. Serão partilhados nos grupos dos pais da catequese também. Boa Quaresma!


Anexo:

Exame de Consciência 

Os 5 passos para realizar o exame de consciência diário, recomendados por Santo Inácio de Loyola, são os seguintes: 

1. Pedir luz e graça para descobrir Deus no vivido
Sereno o meu coração para compartilhar o que vivi com Deus. Peço luz para conhecer os sinais e a acção de Deus neste dia que passou. 

2. Agradecer pelos dons recebidos
Repasso o que vivi no dia: atividades, experiências, encontros, trabalho etc. Agradeço a Deus por tudo o que vivi e penso em que momentos senti uma maior proximidade com Jesus. Pelo que experimentei interiormente, posso perceber esta proximidade: esperança, entrega, gratidão, serviço, liberdade etc. Estes movimentos internos vêm acompanhados por convites e, por isso, é importante reconhecê-los e agradecê-los.

3. Reconhecer as falhas (o que senti, fiz ou pensei)
Penso nos descuidos que não permitiram obter maiores frutos no dia. Reconheço se houve alguma insensibilidade diante das necessidades que encontrei no caminho. Assumo as faltas de amor com Deus e com os outros.

4. Fazer uma oração de perdão
“Meu Deus, porque sois tão bom, tenho muita pena de Vos ter ofendido. Perdoa-me e ajuda-me a não voltar a pecar.” 

5. Fazer um propósito para cumprir sua graça
Vejo a maneira de corrigi-la para o dia de amanhã. Renovo a minha amizade e meu desejo de amar e servir: “Senhor, tu sabes tudo, tu sabes que eu te amo”. Peço a bênção de Nossa Senhora.

Exame de consciência para preparar a confissão:

Rezar a relação com Deus, com os outros e comigo mesmo. Pedir coragem para se reconciliar com Deus e a Igreja, através do sacramento da confissão.

Na relação com Deus:
• Neguei ou abandonei a minha fé? Recusei-me a defender a minha fé ou fiquei envergonhado dela?
• Disse o nome de Deus em vão? Manifestei falta de respeito por pessoas, lugares ou coisas santas?
• Faltei voluntariamente às missas aos Domingos ou feriados santos? Lembro-me de Deus e tenho rezado diariamente ou passam-se dias inteiros sem rezar?
• Recebi a sagrada comunhão tendo algum pecado grave não confessado?

Na relação com os outros:
• Deixei de dar carinho aos meus pais?
• Guardei ressentimentos ou fiquei relutante em perdoar? Julguei mal ou senti ódio por alguém? Estou de relações cortadas com alguém?
• Fui impaciente, fiquei irritado ou fui invejoso?
• Deixei de estudar com empenho na escola ou no trabalho ou cedi à preguiça?
• Tive falta de respeito para com os meus professores ou outros adultos?
• Participei em algum pecado de aborto? 
• Fui violento ou participei em brigas?
• Fiz mal a alguma pessoa insultando-a ou falando mal dela?
• Tive pensamentos impuros? Falei de maneira obscena? Cometi atos impuros sozinho ou com outras pessoas? Vi imagens ou vídeos indecentes?
• Fui fiel no namoro ou casamento? Guardei a castidade?
• Contei mentiras para me desculpar, para magoar os outros ou para enaltecer a minha imagem?
• Roubei alguma coisa ou fiz algum ato de vandalismo?
• Tenho inveja dos outros, da sua aparência, da sua popularidade, do seu trabalho, do seu dinheiro? Deixo que o meu coração fique preso ao desejo de possuir o que pertence aos outros?
• Incentivei os outros a comportarem-se mal? 
• Consumi álcool em excesso ou drogas?
• Fui vaidoso ou egoísta nos meus pensamentos ou ações?

Na relação comigo:
• Guardo algum ressentimento em relação a mim próprio ou ainda não me perdoei por alguma falha? Tenho falta de auto-estima?